terça-feira, 13 de setembro de 2016

Sobre Transfobia (Um Textinho Antigo - Repostando)


Bom gente, esse é um pequeno texto que fiz e postei em um antigo blog meu no dia da Visibilidade Trans(29 de Janeiro) em 2015. Estou repostando aqui mas textos melhores sobre o tema virão em breve...
quinta-feira, 29 de janeiro de 2015
Dia da Visibilidade Trans(29 de Janeiro)
Pessoas Trans são aquelas cujo gênero não "bate" com aquele que foi designado para ela ao nascer.
Como nossa sociedade é binária (só reconhece dois gêneros: masculino/homem e feminino/mulher), Pessoas Trans podem ser binárias, ou seja, ser designada como homem, mas se "sentir" mulher ou vice-versa; ou não-binárias, que não acham que os gêneros se dividem apenas em dois e portanto não se identificam nem como homem nem como mulher. existem muitas idenditades possíveis dentro desse termo não-binário: agênero, neutrois, bigênero, andrógino, terceiro gênero, demigirl, demiboy, entre muitos outros.
É preciso ter um Dia da Visivilidade Trans, para conscientizar a sociedade, pois nós ainda somos "invisíveis" pra maioria.
Pessoas Trans ainda lutam para ter direitos básicos!
Usando como exemplo as Travestis e Mulheres Trans, a elas são negados desde a escola, os direitos de serem tratadas no feminino, de serem Chamadas pelo nome que escolheram pra si e de usar o banheiro feminino. Por causa do constrangimento que elas tem que passar por ter seu gênero desrespeitado, muitas abandonam a escola muito cedo.
Por causa da privação ao banheiro, a maioria fica "prendendo" a úrina e mais tarde desenvolvem problemas renais.
Travestis e Mulheres Trans não conseguem emprego, e na maioria das vezes o mercado de trabalho pra elas só tem duas opções: salão de beleza ou prostituição.
Além disso, até para se relacionar elas tem dificuldades, pois se forem hetero por exemplo, a maioria dos homens não vão querer namorá-las e assumí-las por achar que elas não são "mulheres de verdade" e/ou por vergonha dos "amigos" e "família". Muitos são os casos de homens que se sentem atraídos por elas e quando descobrem que elas são trans até as agridem.
Pessoas Trans ainda tem seus direitos desrespeitados até dentro dos grupos LGBT. O que tem de homens gays cis, que são transfóbicos!
Ah, e isso tudo sem mencionar os muitos assassinatos de pessoas trans.
Enfim, em alguns lugares, principalmente SP, alguns dos direitos já são assegurados por lei, mas ainda temos muito a conquistar!
Faça sua parte: respeite o gênero das Pessoas Trans, chamando-as pelo nome que elas escolheram e tratando-as com o pronome que elas preferirem.
Por exemplo, nunca diga O Travesti, ou Traveco, o correto é A Travesti, e chamá-los de "Traveco" ou tratá-las no masculino é uma enorme falta de respeito!
Pessoas Trans só querem o direito de existir, e com dignidade!
Apóie você também essa causa! Junte-se à nós na luta contra a Transfobia!
"Você não precisa ser Trans, pra lutar contra a Transfobia"
#TransfobiaNão
#DiaDaVisibilidadeTrans

Nenhum comentário:

Postar um comentário