quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Porque a Bruxaria?

Porque ainda lembro de quando era criança e acreditava em fadas, brincava que era mago e conversava com a Lua, a quem carinhosamente chamava de Dinda Lua.
Porque ainda me lembro de como fiquei encantado ao descobrir, aos meus 10 anos, que a Magia tão presente nas minhas brincadeiras era real e que a Bruxaria que tanto me encantava em filmes existia e era uma religião praticada por várias pessoas.
Porque eu cresci achando fantásticos os deuses de civilizações antigas que via nos livros de História, e não entendia porque hoje em dia "a gente" só acreditava em um e a descoberta de que eles ainda eram adorados me trouxe paz.
Porque seguir esse caminho nao foi fácil pra mim e eu tive várias crises que me fizeram ir e voltar varias vezes.
E numa dessas crises eu fui pra uma outra religião que me ensinou que eu não podia ser afeminado, passar lápis nos olhos e amar meninos. Uma religião que criou um ideal de quem eu deveria ser, e esse ideal mesmo sendo seguido por mim com verdade, dedicação e sinceridade, era um ideal irreal e um belo dia eu caí em mim, e essa foi a melhor queda que eu tive na vida... E ainda me lembro que quando saí dessa religião eu me reencontrei na Bruxaria, vi Ísis na Lua em meu primeiro esbath e aprendi uma frase, que em contraposição à "Deus odeia gays"/"Deus abomina homossexuais" que tanto me machucavam, foi uma frase que bateu na alma como um bálsamo: "A Deusa Ama a Diversidade".
Porque mesmo depois disso eu me perdi em mim mesmo outras vezes e me afastei outras vezes também, e a Deusa me chamou outras vezes, em Cachoeiras, em passeios na mata que me fizeram chorar, em Borboletas que me acompanhavam, em ventos que me bagunçavam o cabelo e sussurravam segredos no ouvido... E como eu poderia fugir desse chamado?
Porque o místico, o esotérico, sempre me encantou, desde que eu era criança e via anúncios de leituras de búzios e cartas em jornais e lia simpatias e textos sobre anjos em revistas de signos. E quando eu comecei a trazer oráculos e magias para meu dia a dia eu me sentia novamente aquela criança encantada pelos mistérios da vida.
Porque a cada nov@ Deus@ que conheci eu ganhei um@ nov@ amig@, aprendi uma nova lição, trabalhei um aspecto diferente meu.
Porque eu já estudo a Bruxaria, mesmo que nao consecutivamente devido minhas crises, desde os dez anos, e sei que ainda não aprendi quase nada: Cada dia conheço uma nova divindade, um novo sistema mágico, uma nova técnica, e vejo que esse caminho vai ser cheio de novidades por toda a minha vida... E isso é "mágico e encantador" *-*
Porque eu vi diversas vezes a magia funcionar em minha vida e ajudar não só a mim mas a amig@s e amores com curas, prosperidade e amor, isso quando não foi simplesmente aquela sensação de paz e direcionamento e ajuda pra tomar decisões que pude ajudar a trazer com a leitura de um oráculo.
Porque mesmo tendo ido muitas vezes, eu sempre volto e a cada vez que volto estou mais maduro, e não tenho dúvidas de que esse é o Meu Caminho e que tentar fugir desse chamado, por qualquer razão que for, é perda de tempo...
Porque olho pras minhas praticas magicas, oraculares e devocionais, ouço meus cânticos pagãos, olho pros deuses por quem sou apaixonado e, mesmo estando ciente de que tenho muito o que aprender e desenvolver, sei que pelo menos nesse sentido mágico-religioso, que é o maior foco da minha vida, eu posso citar aquele trecho da música Dejavú da Pitty: "Eu tô exatamente onde eu queria estar" 🎶

Nenhum comentário:

Postar um comentário